Notícias

Prefeitura inicia vacinação de idosos a partir de 60 anos

Vacinas do Butantã e Fiocruz serão aplicadas em duas doses
HD Prefeitura inicia vacinação de idosos a partir de 60 anos

“No início eu estava um pouco preocupada com a vacina, mas minha família me motivou e assim que chegou eu fui lá. Acordei cedo e me vacinei. Hoje eu falo para todas as minhas amigas para irem tomar também, que não faz mal”, o depoimento de dona Maria da Paixão Mesquita, de 70 anos, mostra a alegria de quem já foi vacinado, mas não esconde a preocupação com os colegas, também idosos, “Ainda bem que agora todos do meu grupo de hidroginástica já vão poder se vacinar”, conta aliviada. 

Esta semana a Prefeitura de São Miguel do Guamá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou a vacinação de idosos a partir de 60 anos de idade, em uma ação que chegará a todas as localidades. Na cidade, a vacinação acontecerá durante uma semana, com um dia para cada idade. Já na zona rural, as imunizações serão feitas até o dia 16, onde cada dia atenderá um grupo de comunidades. 

O secretário de Saúde de São Miguel do Guamá, Flavio Garajau explica que a logística foi pensada de forma descentralizada e alcançará cada localidade onde houver idosos. “Estamos com pontos fixos na cidade e nossos Agentes Comunitários de Saúde dando apoio na zona rural. Em todos os casos, se o idoso for acamado, que são aqueles que não podem se deslocar até os pontos de vacinação, vamos levar até a casa deles. Todos serão vacinados”, afirmou o secretário. 

O prefeito Eduardo Pio X, disse que em breve novas vacinas devem chegar e a Prefeitura trabalha em toda a logística de ampliação da campanha de imunização anticovid. “Sempre que um guamaense é vacinado, nossas esperanças por dias melhores reacendem. Por isso, estamos trabalhando incansavelmente para que os imunizantes cheguem a todos o mais rápido possível. Estamos cuidando de quem sempre cuidou da gente”, ressaltou Eduardo.

Vacinas – Os imunizantes aplicados na população são do Butantã e da Fiocruz. Ambas necessitam de duas doses, por tanto, os idosos devem ficar atentos ao calendário. A diretora de Vigilância em Saúde, Amanda Cardoso, explica que as duas doses devem ser tomadas no mesmo município, “se o idoso tomou a primeira dose em Belém, por exemplo, ele deve tomar a segunda dose também na capital”, reforçou a coordenadora. 

Amanda disse ainda, que embora os imunizantes tenham eficácia comprovada e sejam totalmente seguros, todos aqueles que já foram vacinados devem continuar a seguir os protocolos de saúde. “É de fundamental importância que todos usem máscara, evitem aglomeração, e façam a lavagem das mãos com frequência. Assim, o vírus não se propaga com rapidez”, finalizou. 


Comentários